O que é a logística inversa?

A logística inversa é uma componente essencial da gestão da cadeia de abastecimento. Engloba todos os processos relacionados com o produto, como a devolução do produto, a reciclagem, a reutilização e a eliminação de resíduos. Ao complementar a função logística normal de uma empresa, a logística inversa torna-se uma ferramenta integral para gerir eficazmente a cadeia estratégica entre os materiais e as informações oferecidas neste serviço.

O que é exatamente a logística inversa?

Trata-se de um processo completo que engloba o planeamento, a instalação e o controlo do fluxo de matérias-primas, inventário de processos e produtos acabados, desde um ponto de utilização, processamento ou distribuição até um ponto de recuperação ou eliminação adequada. Na sua essência, a logística inversa é definida como o transporte de bens de um destino para outro com o objetivo de obter valor que de outra forma não estaria disponível.

Na cadeia de abastecimento

A logística inversa trata de todas as actividades relacionadas com o movimento de materiais desde um ponto de origem ou de recolha até ao consumidor. Este processo envolve o tratamento de matérias-primas, produtos acabados, embalagens, contentores e outros tipos de resíduos. Neste contexto, os materiais são reutilizados ou eliminados conforme necessário, criando assim um processo gerador de valor e utilidade.

Neste sentido, a logística inversa trata da gestão das devoluções de produtos e tem por objetivo reduzir os resíduos ao mínimo possível. A otimização dos processos de retorno da logística inversa ajuda a reduzir o impacto ambiental e os custos associados. A gestão dos resíduos e a gestão das mercadorias devolvidas são aspectos fundamentais integrados na estratégia de logística inversa.

Além disso, os diferentes tipos de logística inversa têm em conta os pontos de consumo e o prazo de validade dos produtos. Em suma, a logística inversa desempenha um papel crucial na gestão da cadeia de abastecimento, assegurando uma gestão eficiente e sustentável dos materiais e produtos ao longo do seu ciclo de vida.

Diagrama logístico produtor-consumidor com setas cor de laranja

Objectivos fundamentais da logística inversa

  • Devoluções: Nesta secção, discutimos a política de retorno de uma empresa. É aqui que entra em jogo a logística inversa, pois aspectos como a rapidez e a qualidade do serviço devem ser tidos em conta.
  • Cuidados com o ambiente: A deterioração do planeta está a tornar as pessoas cada vez mais conscientes da necessidade de reutilizar materiais de modo a que a economia se torne mais sustentável.
  • Economia: Graças à reutilização de materiais, existe uma nova forma de obter produtividade, uma vez que as matérias-primas são recicladas e incorporadas em novos processos de produção.
  • Melhores relações cliente-fornecedor

Ambiente e logística inversa

Atualmente, a sociedade está cada vez mais consciente da necessidade de cuidar do ambiente, pelo que um dos aspectos a ter em conta é a reciclagem e a reutilização de materiais ou resíduos. Nesta perspetiva, podemos reduzir a poluição e cuidar dos recursos naturais, dando outra vida útil aos produtos devolvidos.

As empresas promovem frequentemente os cuidados ambientais das seguintes formas:

  • O comportamento responsável influencia positivamente as acções de segurança de uma empresa.
  • Os clientes estão a exigir cada vez mais produtos ambientalmente responsáveis.
  • As administrações públicas promovem o respeito pelo ambiente através da implementação de medidas preventivas a nível local, estatal e nacional.

Além disso, a logística inversa desempenha um papel crucial na gestão ambiental, ao abordar a redução do impacto ambiental e a gestão dos produtos devolvidos. Esta estratégia contribui para minimizar os cuidados ambientais e gerir eficazmente os produtos antigos que são devolvidos, integrando assim práticas sustentáveis na cadeia de abastecimento.

Possíveis limites para inverter a logística

Existem limites estratégicos que podem abrandar a logística inversa, tais como a concepção de produtos baseada na reciclagem e gestão de embalagens.

Design para reciclagem

A conceção dos produtos centra-se no lucro e na proteção do ambiente.

Directrizes de desenho:

  1. Simplificar materiais: Se reduzir a variedade de materiais, ou seja, se se concentrar apenas em alguns materiais, simplifica o processo de reciclagem. (Por exemplo: plástico, vidro…).
  2. Materiais de rotulagem: A matéria-prima do produto deve ser identificada, uma vez que é essencial para o percurso de reciclagem correcto. Existe uma rotulagem estabelecida.
  3. Facilidade de desfazer: Ao aplicar este tipo de desenvolvimento ao produto, está a proporcionar à empresa um avanço quando se trata de desfazer um produto, o que significa uma poupança de custos e de tempo de gestão.

Logística de embalagem

A concepção da embalagem também deve ser optimizada para a logística inversa.

Características da embalagem

  1. Rotulagem: Isto ajuda a garantir que a matéria-prima contida na embalagem é conhecida.
  2. Reciclado: Isto também deve ser declarado no rótulo acima. Deve indicar se o produto é vulnerável à reciclagem.
  3. Reutilização: Há embalagens que podem ser reutilizadas, por exemplo sacos de plástico reutilizáveis versus sacos de tecido não reutilizáveis.
  4. Devolução: Neste caso, a embalagem é devolvida ao produtor, ou seja, é reutilizada sem qualquer processo de transformação. No passado, os recipientes de vidro eram recicláveis, mas atualmente são reciclados.

Os 3Rs: Reutilizar, reciclar e reduzir

Qualquer comércio é causa de resíduos, mas devido ao boom de consumo imposto pela economia de mercado, as sociedades actuais geram ainda mais resíduos do que antes.

É por isso que é utilizada a regra dos três R, que considera três elementos para reduzir o impacto dos resíduos sobre o ambiente.

  • Reutilização: Considere a possibilidade de utilizar artigos como recipientes e embalagens mais do que uma vez para tirar partido da sua facilidade de utilização e tempo de vida.
  • Reciclagem: Existe uma tendência para utilizar produtos e/ou materiais que são susceptíveis de reutilização e que podem ser incorporados em futuros processos de produção.
  • Redução: Concentra os seus resíduos (perdas) de materiais naqueles cuja recuperação e reciclagem não é possível. A sua redução implica reduções de custos ambientais e económicos.

Símbolo de reciclagem com a forma de um coração em verde

Porquê escolher a logística inversa?

Como já discutimos anteriormente, o aumento da logística inversa tem crescido devido à importância das preocupações ambientais. Os consumidores estão cada vez mais conscientes da necessidade de melhores produtos e serviços.

Vantagens

  • Melhorar a satisfação do cliente
  • Reduz o impacto ambiental
  • Imagem de marca direccionada
  • Economia em custos de matéria-prima
  • Fidelidade do cliente
  • Serviço ao cliente mais competitivo
  • Redução de custos
  • Gera novas fontes de lucro

O objetivo de qualquer estratégia logística é proporcionar um nível ótimo de satisfação do cliente e controlar os custos de ponta a ponta na cadeia de distribuição.

Quer saber a quantidade do seu envio em menos de um minuto?

Calcule o seu orçamento

Empresa de transportes Transvolando
4.8
Como base em 294 críticas
powered by Google
js_loader
SELECIONE UMA CATEGORIA
Scroll to Top
Hola🧑🏾‍✈️ ¿Te podemos ayudar en algo?